DICA DE QUINTA: CONHEÇA OS CINCO MITOS SOBRE O PRAZER

Você ouviu o pessoal no vestiário comentando que pênis pequeno não tem chances de provocar orgasmos. No salão de beleza, a mulherada dizia que é o homem que tem que ditar as regras na cama. Mas será que é verdade mesmo ou são mitos sobre o prazer? Nem sempre os papos com as amigas ou os amigos são totalmente verdade. No sexo, assim como em muitas outras áreas da vida, há mitos e verdades. Conheça, aqui, apenas cinco itens que não correspondem ao que dizem por aí.

1- Só grandão: eis aqui um dos maiores mitos que envolvem os grandes parceiros dos homens no sexo. O tamanho do pênis nem sempre significa bom desempenho sexual. O importante mesmo é compreender que ele é resultado de uma série de fatores. Ter um pênis grande não garante noites maravilhosas, assim como um pequeno não é sinônimo de uma transa sem graça. Todos eles possuem seus encantos, se bem “ensinados”!
2- Nas alturas: após aquela transa, você ainda se pega lembrando dos gemidos que ela dava, de como eram altos e de como estava enlouquecida. Mas, tem certeza que a parceira alcançou o orgasmo? Algumas mulheres exageram um pouco na dose ou fingem, por motivos diversos. O contrário também pode acontecer. A ausência de gemidos mais escandalosos não significa que a relação esteja ruim. Fique atento aos detalhes. Aprenda a conhecer a sua parceira.
3- Lavando as mãos: responsabilizar o parceiro pelo fracasso na cama ou pela ausência de orgasmos é uma atitude totalmente ultrapassada. O maior mito que pode existir é o de achar que apenas um dos envolvidos é responsável por proporcionar prazer na cama. Sexo é entrega mútua, cumplicidade. Ambos devem estar dispostos a provocar as melhores sensações e tornar o momento digno de quero mais.
4- Quanto mais, melhor: assim como o tamanho do pênis não garante uma boa sessão de sexo, o tempo da preliminar também não. Tudo depende da sintonia e das preferências do casal. Às vezes, aliás, a excitação pode diminuir caso não se entre em ação logo, comprometendo a qualidade do sexo e, até mesmo, o orgasmo.
5- Encaixe: outro mito do prazer é a necessidade de penetração para se atingir o orgasmo. A masturbação e o sexo oral podem render momentos tão bons quanto aos proporcionados pelo encaixe. Lembre-se: não há receita pronta para o sexo perfeito.

Deixe uma resposta